imagens anúncios criadores
sites
 
CLASSIFICADOS
   Ver Anúncios
   Ver Anúncios-Pro
FORMULÁRIOS
   Inserir Anúncio
   Inserir Anúncio-Pro
   Inscrição de Criador
   Recomendar Site
   Contacto
GUIAS
   Exposições / Eventos
   Resultados / Fotos
   Clubes / Associações
   Criadores
   Tabela de Anilhas
   Feiras Locais
   Guia de Sites
   Parques Ornitológicos
   Endereços Úteis / SOS
   Espécies de Portugal
   Classific. das Aves
   Birdwatching
ARTIGOS
   Notícias
   Standards
   Artigos de Criadores
   Espécies
   Sexagem DNA
AS AVES
   Prólogo
   Introdução
   Anatomia: esqueleto
   Anatomia: bicos
   Anatomia: pegadas
   Anatomia: penas
   Criação
   Macho ou Fêmea?
   Alimentação
   Cuidados
   Doenças
   Os Ninhos
   Observação
   Aves de Capoeira
   Tropicais
   Fósseis
   Extintas
COLUMBÓFILIA
   Introdução
   Evolução
   Aves de Guerra
   Nas Escolas
   Eventos em destaque
DEFINIÇÕES
   Dicionário: Orni
   Ornitologia
   Avicultura
   Columbofilia
   Estrutiocultura
LEGISLAÇÃO
   CITES
   Direitos dos Animais
   Convenção Europeia
   Decreto-Lei 140/99
   Decreto-Lei 49/2005
   Portaria 7/2010
MULTIMÉDIA
   Revistas
   Telemóveis
   Animações 3D
   Sons
   Vídeos
   Downloads
DIVERSOS
   É Viciado em Aves?
   Filatelia
   Extremos
   Curiosidades
   Provérbios
   Humor
INFANTIL
   Jogo do Galo
   Puzzle
   Bico de Papel
PRODUTOS
   Livros
   DVD's
   Software / Outros
AVESPT.COM
   Links
   Sobre...
   Publicidade
   Cartaz
   Nosso Link / Banner
   Como utilizar
   Bibliografia
 
 
Facebook

 
SPEA

















 
CARTAZ AVESPT.COM







 
  conteúdos/definições/avicultura  

O QUE É A AVICULTURA?


     O ramo de actividade que se dedica à criação de aves (galinhas, patos, perus, faisões, pombos, cisnes, gansos, pavões, etc.) denomina-se avicultura. Constitui hoje uma técnica muito complexa, dada a maneira muito científica como se procede à criação intensiva. A criação de galinha é, sem dúvida, a que está mais especializada e, por isso, a que é efectuada com mais pormenor; pode dedicar-se à produção de ovos ou à produção de carne. Certas raças são especializadas na postura, como, p. Ex., a Leghorn, a New Hampshire, Rod Island Red, etc., e outras adaptadas à produção de carne como a Wiandote, Light Sussex, Orpinton, etc. Consideram-se de aptidão mista as raças que, tendo boa aptidão para a produção de carne, possuem também aptidão para a postura. Modernamente, porém, a produção de carne tem-se encaminhando principalmente para a criação de frangos de mesa, correntemente designados pelo termo inglês broiler.

     Nos sistemas já muito evoluídos de produção, quer de ovos, quer de carne, a criação é exercida por empresas inteiramente especializadas, constituindo uma verdadeira indústria com todos os seus requisitos. Assim, certas empresas encarregam-se de manter os núcleos seleccionados dos progenitores, procedem à incubação dos ovos e vendem os chamados pintos do dia; compete-lhes seleccionar bem as aves progenitoras, para poderem garantir boas produções a partir dos pintos que vendem. As empresas que compram os pintos limitam-se a criá-los com os devidos cuidados até se transformarem em broilers ou em galinhas poedeiras, as quais manterão durante um ano de postura; esta, para merecer considerar-se boa, deve ultrapassar por ano e por ave 220 ovos. Como se verificou que do cruzamento entre raças ou linhas da mesma raça se originaram animais mais produtivos, possuem hoje os núcleos de selecção as raças ou linhas tidas por melhores, de modo que os pintos do dia são o produt o desses cruzamentos. Deste modo se consegue, quer maior postura, quer mais eficiente produção de carne. Não se deve, todavia, proceder à incubação dos ovos produzidos por estes híbridos, pois originariam populações heterogéneas. Muito modificado tem sido também o sistema de sujeição das aves. Para as galinhas poedeiras já está ultrapassado o sistema do galinheiro com parque, muito recomendado e divulgado até há umas décadas. O sistema actualmente mais preconizado consiste num galinheiro que consta de uma casa bem ventilada e com temperatura condicionada, que pode alojar quatro aves por metro quadrado, onde se instalam os ninhos, bem como os comedouros e os bebedouros automáticos. Na criação dos frangos de mesa, está a generalizar-se a criação em baterias, localizadas em casas climatizadas, onde se criam os frangos até cerca de oito semanas, idade em que atingem o peso que o consumidor exige (superior a 1 Kg).

     A criação de patos faz-se igualmente com o intuito de produzir carne ou ovos, recorrendo a sistemas idênticos aos da criação de galinhas. Outras aves, como os perus, destinam-se unicamente à produção de carne. A criação de outras espécies afasta-se dos sistemas deliberadamente económicos , tendo principalmente finalidades recreativas. Em Portugal metropolitano, de acordo com uma estatística de 1955, há 7 386 057 galinhas, 191 113 patos, 221 071 perus e 975 764 pombos.

     No Brasil, a avicultura atingiu elevado grau de desenvolvimento. Estima-se que, em 1962, o país possuía mais de 175 milhões de galinhas, sendo um dos dois maiores criadores do Mundo. As raças Leghorn branca, New Hampshire e Rhode Island Red são as mais difundidas. Criam-se também, em menor número, perus, patos marrecos e gansos.

 
 




Criador de Aves em Portugal - Guia de Iniciação


 












 








 

Fique actualizado com as novidades do avespt.com!

 


 

O que acha deste site?
Escreva a sua opinião ou deixe-nos uma sugestão para o podermos melhorar!

 


 

Se acha que este site pode ter interesse para um conhecido seu, nós enviamos-lhe uma recomendação por e-mail!



 











































  
Desde 2001 © AvesPT.com | melhor visualização: 1024 x 768 pixeis | webdesign e autoria: joseveiga