imagens anúncios criadores
sites
 
CLASSIFICADOS
   Ver Anúncios
   Ver Anúncios-Pro
FORMULÁRIOS
   Inserir Anúncio
   Inserir Anúncio-Pro
   Inscrição de Criador
   Recomendar Site
   Contacto
GUIAS
   Exposições / Eventos
   Resultados / Fotos
   Clubes / Associações
   Criadores
   Tabela de Anilhas
   Feiras Locais
   Guia de Sites
   Parques Ornitológicos
   Endereços Úteis / SOS
   Espécies de Portugal
   Classific. das Aves
   Birdwatching
ARTIGOS
   Notícias
   Standards
   Artigos de Criadores
   Espécies
   Sexagem DNA
AS AVES
   Prólogo
   Introdução
   Anatomia: esqueleto
   Anatomia: bicos
   Anatomia: pegadas
   Anatomia: penas
   Criação
   Macho ou Fêmea?
   Alimentação
   Cuidados
   Doenças
   Os Ninhos
   Observação
   Aves de Capoeira
   Tropicais
   Fósseis
   Extintas
COLUMBÓFILIA
   Introdução
   Evolução
   Aves de Guerra
   Nas Escolas
   Eventos em destaque
DEFINIÇÕES
   Dicionário: Orni
   Ornitologia
   Avicultura
   Columbofilia
   Estrutiocultura
LEGISLAÇÃO
   CITES
   Direitos dos Animais
   Convenção Europeia
   Decreto-Lei 140/99
   Decreto-Lei 49/2005
   Portaria 7/2010
MULTIMÉDIA
   Revistas
   Telemóveis
   Animações 3D
   Sons
   Vídeos
   Downloads
DIVERSOS
   É Viciado em Aves?
   Filatelia
   Extremos
   Curiosidades
   Provérbios
   Humor
INFANTIL
   Jogo do Galo
   Puzzle
   Bico de Papel
PRODUTOS
   Livros
   DVD's
   Software / Outros
AVESPT.COM
   Links
   Sobre...
   Publicidade
   Cartaz
   Nosso Link / Banner
   Como utilizar
   Bibliografia
 
 
Facebook

 
SPEA

















 
CARTAZ AVESPT.COM







 
  conteúdos/as_aves/doenças  

DOENÇAS E TRATAMENTOS


     Para quem está habituado a observar as aves em liberdade, é fácil reconhecer, pela forma como se apresentam no aviário, quando alguma está doente.

     Uma ave saudável é toda ela vivacidade, movimentos ágeis e elegantes, penas lisas e brilhantes acompanhando bem o corpo, porte mais ou menos levantado mas de cabeça firme e olhar penetrante. Mesmo que o seu canto não seja harmonioso e intenso, uma ave gosta sempre de emitir os seus sons habituais. É a sua expressão oral, o seu meio de comunicar e transmitir os seus diversos sentimentos quer se trate do chamamento nupcial, do chamamento dos filhos ou da afirmação do território perante algum intruso ou rival.

     Será fácil, portanto, constatar que alguma coisa vai mal quando uma ave se apresenta empoleirada a um canto do aviário ou mesmo no chão, sem se mexer muito, penas enroladas ou em tufo, cabeça debaixo de uma asa, quase sempre dormitando. Num estado mais adiantado, nota-se uma respiração ofegante mais rápida do que o normal e apresenta as penas eriçadas junto do bico e molhadas ou sujas em volta da cloaca. Observando cuidadosamente, podemos ver que os seus excrementos são totalmente diferentes dos de uma ave saudável. Enquanto nesta eles são esbranquiçados com aspecto de pasta, tendo no final uma parte mais sólida de cor mais acentuada, os excrementos de uma ave doente são muito mais aguados, de cor acinzentada e, por vezes, com grande percentagem de mucosidades.

     É claro que os sintomas genéricos que acabámos de descrever não são imediatamente comprovativos do tipo de doença que atacou a ave. Eles sugerem-nos apenas que alguma coisa de anormal se passa e que ela necessita de ser isolada e tratada numa gaiola à parte, em ambiente ligeiramente aquecido. Por outro lado, é um aviso de que precisamos de fazer uma certa desinfecção, no aviário, limpar poleiros e ninhos com uma solução de formol, mudar a areia, escaldar os comedouros e bebedouros, vigiando as restantes aves nos dias seguintes. Com efeito, a doença pode ser de carácter infeccioso, o que - diga-se de passagem - não é muito vulgar, sendo conveniente estar com atenção ao desenrolar dos acontecimentos.

     Como já foi referido, o diagnóstico é sempre difícil. Mas convém dizer desde já que num aviário em perfeito estado de limpeza, onde não haja violentas correntes de ar nem fumos tóxicos e com o tipo de alimentação adequado para os seus pensionistas, as aves não adquirem doenças graves.

     Seguem-se então algumas doenças, que se podem passar com uma ave e respectivos tratamentos:


 
 




Criador de Aves em Portugal - Guia de Iniciação


 












 








 

Fique actualizado com as novidades do avespt.com!

 


 

O que acha deste site?
Escreva a sua opinião ou deixe-nos uma sugestão para o podermos melhorar!

 


 

Se acha que este site pode ter interesse para um conhecido seu, nós enviamos-lhe uma recomendação por e-mail!



 











































  
Desde 2001 © AvesPT.com | melhor visualização: 1024 x 768 pixeis | webdesign e autoria: joseveiga